Apanat - Associação Paulista de Naturologia

(esqueci a senha) (cadastre-se)
página inicial

Blog - Dicas para mulheres com dificuldade de amamentar

 

Confira video com dicas para mulheres com dificuldade de amamentar do Jornal Hoje:

Texto retirado do Blog Multi Vegetal

Dicas dos últimos estudos científicos, que vão contribuir para uma amamentação tranqüila e prazerosa para você e seu bebê:

- Uma boa postura é importante: sente-se confortavelmente, com um bom apoio para os braços; coloque o bebê na altura do mamilo, de frente para você (barriga com barriga);

- A boa “pega” é fundamental: fazendo cócegas no queixo do bebê, ele abre bem a boca e você pode então “encaixá-lo” no mamilo. Quanto mais seio ele pegar, melhor. Só o bico, não pode.

- Deixe o bebê mamar quando e quanto quiser: livre demanda é a palavra de ordem. O leite varia de composição ao longo da mamada: no início ele é aguado (mata a sede), rico em açúcar (que fermenta e provoca cólicas) e anticorpos (essenciais para a defesa do bebê); no final, ele é mais espesso e rico em gorduras: sacia por mais tempo e acelera o ganho de peso.

Por isso, nada de 5 minutos aqui e 5 minutos ali. É importante deixar o bebê mamar um seio até esvaziar, antes de oferecer o outro (na mamada seguinte, comece pelo mais cheio). Arrotar é sempre bom, no meio ou no final da mamada.

- Alguns cuidados com os seios: não lave-os após cada mamada, assim você está retirando sua película protetora. Aplique um pouco do próprio leite no bico. Deixe-os sempre que possível ao ar livre (as boas janelinhas do soutien) e pegue um pouco de sol nos seios, de manhã e à tardinha. Evite
qualquer tipo de pomada ou creme.

- Se a mamada provocar dor intensa logo no início, ou se o bebê parece ter dificuldades em começar a mamar, experimente retirar um pouco de leite antes de amamentar: funciona muito bem.

- Se os seios ingurgitarem, a receita é fazer bastante massagem. A energia criada pelo movimento faz com que o leite “empedrado” (na verdade gelificado) se liquidifique novamente. Usando os dedos indicador e médio, faça movimentos circulares a partir da aréola, progredindo em espiral em direção à porção externa do seio; o ideal é aprender a técnica com um profissional.

Depois da massagem, é bom amamentar ou esvaziar o seio manualmente, e fazer compressas frias (e não quentes!), que diminuem a produção de leite.
A amamentação é uma das experiências mais intensas e emocionantes na vida de uma mulher e seu bebê. Prover a vida a partir do próprio corpo é não só uma forma de permitir que seu filho usufrua do melhor que o mundo pode lhe dar, mas um milagre e um gesto de amor que fica definitivamente marcado em ambas as vidas.

Referência do texto: Sitemedico.com.br – Por Dr. Daniel Becker (pediatra)

 
 

Comentários

Niguém comentou esta notícia ainda. Seja o primeiro!

Envie seu comentário


 

2009 Apanat - Todos os direitos reservados

Desenvolvido pela S3Web