Apanat - Associação Paulista de Naturologia

(esqueci a senha) (cadastre-se)
página inicial

Blog - VI CONBRANATU - INFORMAÇÕES

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE NATUROLOGIA
IV FÓRUM CONCEITUAL DE NATUROLOGIA
II JORNADA DE ESTUDOS SOBRE O SIMBOLISMO DA NATUROLOGIA

TEMA: “Construindo a história da Naturologia: conceitos e práticas”.

DATA: de 24 a 27 de outubro de 2013 – São Paulo – SP

O VI Congresso Brasileiro de Naturologia acontecerá no período de 24 a 27 de outubro do ano de 2013, no município São Paulo – SP, e será realizado pela Associação Paulista de Naturologia (APANAT) em parceria com a Associação Brasileira de Naturologia (ABRANA) e apoio das Universidades Anhembi Morumbi (UAM) e do Sul de Santa Catarina (UNISUL).
Desde a criação do seu primeiro curso no país, há quinze anos, a Naturologia vem se aprimorando e se consolidando em seu objetivo de formar profissionais que contribuam para o atendimento das demandas na área da saúde; profissionais capazes de lidar com os aspectos problemáticos desse campo, preparados não só para satisfazer as necessidades da população nos processos de saúde e de doença, como também para ajudá-la a participar ativamente desses processos, de maneira que ela venha a conquistar maior autonomia na vida.

O tema principal do nosso VI Congresso Brasileiro de Naturologia é “Construindo a história da Naturologia: conceitos e práticas”. A programação foi cuidadosamente elaborada para atender as necessidades de alunos e profissionais da Naturologia.
Desta forma, para um melhor desenvolvimento da temática, as palestras abrangerão a atuação do naturólogo em sua prática e conceito, sendo assim dividido em vivências e teorias dos procedimentos na formação naturológica.

Os objetivos maiores do VI Congresso Brasileiro de Naturologia são:
1) Auxiliar na formação acadêmica e profissional do naturólogo;
2) Promover a integração entre alunos e profissionais da Naturologia com outros profissionais da área da saúde;
3) Agregar conhecimentos de outras áreas que auxiliam no processo de formação do naturólogo;
4) Fornecer um pensamento teórico, vivenciar os sentidos e desenvolver a força do querer para construir o futuro da Naturologia.

O IV Fórum Conceitual de Naturologia tem como objetivos:
1) Proporcionar avanços no conhecimento teórico em Naturologia, principalmente no tocante às diretrizes epistemológicas;

2) Proporcionar o acesso e a reflexão sobre temas fundamentais da Naturologia, incluindo a práxis naturológica, o ensino e sua interface com as bases teóricas.
A II Jornada de Estudos sobre o Simbolismo tem como objetivo:
1) Convidar os naturólogos e graduandos a desenvolver um símbolo que possa traduzir a identidade da Naturologia.
Esse evento é de extrema importância para a consolidação da Naturologia! É um momento para naturólogos e estudantes se unirem em uma ação solidária e participativa em prol do fortalecimento e do reconhecimento da profissão.
Participe, faça parte desta construção!

Associação Paulista de Naturologia e Associação Brasileira de Naturologia

IV FÓRUM DE BASES CONCEITUAIS DA NATUROLOGIA

O conhecimento é vivo!
Assim, o conhecimento naturológico está em constante movimento, construção e reconstrução, acompanhando uma característica orgânica e sensível, fundamental na complexidade das ações voltadas à saúde humana.
Desde a sua criação, a naturologia vem construindo com muita paixão sua identidade, seu campo de atuação e as sua maneira de compreender e interagir com o ser humano. Desta identidade, cada vez mais, emerge a conciliação, o diálogo entre racionalidades diferentes, transitando assim por fronteiras antes inexploradas do conhecimento, ampliando a visão do ser humano e a maneira de se relacionar com ele.
O naturólogo cria então pontes, é fruto de religações e de ampliações que rompem fronteiras no conhecimento e propõe novas mudanças de paradigma em saúde.
Quando utilizamos de elementos da Medicina Tradicional Chinesa, da Ayurveda, da Antroposofia, Xamanismo, da Fitoterapia, até mesmo do conhecimento biomédico, cada qual embasado em uma maneira de entender o ser humano, com linguagens e cosmologias diferentes, criamos a possibilidade de diálogo e de reconstrução de fronteiras no conhecimento, barreiras antes fortemente delimitadas.
O fórum deste ano levanta, além das definições, a questão do diálogo entre racionalidades e a emergência do conhecimento naturológico, de novos paradigmas e conhecimentos que nascem a partir destas pontes, deste diálogo.
Contamos com a participação de todos,
Comissão Organizadora do IV Fórum Conceitual de Naturologia.

Objetivos do fórum


1. Proporcionar avanços no conhecimento teórico em Naturologia, principalmente no tocante às diretrizes epistemológicas.
2. Proporcionar o acesso e a reflexão sobre temas fundamentais da Naturologia, incluindo a práxis naturológica, o ensino e sua interface com as bases teóricas.
Nota: não é objetivo do fórum fechar uma definição de Naturologia; mas os participantes que o desejarem podem sim apresentar trabalhos com propostas de definição; espera-se que no final do fórum tenhamos avançado no aprofundamento das bases conceituais da Naturologia.

Estrutura

1. O III Fórum Conceitual de Naturologia será um evento gratuito e aberto ao público.
2. As discussões ocorrerão mediante a apresentação de papers (escritos) acerca da reflexão teórico-epistemológica da Naturologia.
3. Cada autor que tiver seu paper selecionado terá um tempo de apresentação oral a ser definido posteriormente conforme o número de trabalhos aprovados.
4. As mesas de discussão ocorrerão entre os autores dos papers selecionados, moderadores e haverá interação com o público do fórum.
Nota: devido ao tempo reduzido de fórum, os papers serão selecionados por uma comissão. Esta será constituída por professores do curso de Naturologia e terá como objetivo organizar os conteúdos a serem discutidos no fórum.
Norma para a submissão dos papers:

1. Os papers devem contemplar reflexão teórico-crítica acerca dos fundamentos e princípios da Naturologia, com enfoque preferencialmente voltado ao diálogo entre racionalidades e naturologia.
2. A estrutura do texto é livre, no entanto deve ser organizada e clara.
3. Os papers devem tratar de uma problemática específica e devem ser fundamentados preferencialmente em correntes de pensamento epistemológicas, sociológicas, filosóficas, ou mesmo na experiência prática, sendo as ideias de outros autores devidamente referenciadas.
4. Os trabalhos deverão ser produzidos necessariamente por Naturólogos formados, estudantes de Naturologia ou professores do curso de Naturologia.
5. Os trabalhos deverão ter no mínimo 03 páginas e no máximo 10 páginas. Fonte arial, tamanho 12, espaçamento 1.5, justificado, margens de 2,5cm.
6. Os papers devem ser enviados até o dia 23.09.2013 para o seguinte e-mail: forumconceitualdenaturologia@gmail.com

Critérios de seleção dos papers
1. Adequação do tema proposto aos objetivos do fórum.
2. Estrutura e adequação às normas de submissão.
3. Relevância e contribuição do paper.
4. Dedicação e cuidado em relação ao tema tratado.
5. Organização dos conteúdos, referências e ideias propostas.
Nota: durante as discussões na mesa, a comissão avaliadora poderá mencionar trechos (relevantes para o fórum) de trabalhos que não foram aprovados para apresentação oral, sendo os respectivos autores devidamente referenciados.

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE NATUROLOGIA
EM BUSCA DE UM SÍMBOLO PARA A NATUROLOGIA

Prezado Profissional de Naturologia e Estudante:

Com o apoio da APANAT, da ABRANA e dos cursos de Naturologia da ANHEMBI MORUMBI e da UNISUL, nós, da Comissão Organizadora do VI CONBRANATU, convidamos você a participar da “II Jornada de Estudos sobre o Simbolismo da Naturologia”.
Em nossa I Jornada tivemos a participação de 7 trabalhos que nos foram enviados, avaliados pelo público através da internet e apresentados no Congresso passado, contribuindo com um bom material, tanto de imagens e símbolos criados, quanto de elementos conceituais à respeito do que acreditamos ser a essência da Naturologia. Todo esse material continua disponível no grupo do Facebook e seguirá adiante em nossas discussões e sínteses.
Nesse momento queremos dar mais um passo em direção ao nosso objetivo, que é a criação, lapidação e consolidação do símbolo de nossa profissão.
Esclarecemos que a presente jornada se destina à reunião de mais materiais a respeito de alguns dos diversos símbolos possíveis e uma discussão mais aprofundada. No entanto, nada impede que dentre os símbolos pesquisados ou criados nesta jornada venha a surgir aquele que futuramente acabe por se firmar como o nosso – e é justamente por isso que contamos com a participação de todos para mais esse passo.
Dessa vez, além de abrirmos espaço para que novos trabalhos sejam realizados, contendo as imagens e suas explicações conceituais, também abrimos para a participação de trabalhos puramente conceituais que venham contribuir com os elementos da Naturologia que acreditamos serem essenciais para nos representar.
Os trabalhos inscritos (tanto aqueles contendo imagens, quanto os puramente conceituais) enviados para a presente jornada serão reunidos, posteriormente serão trabalhados em grupos de discussões e os resultados apresentados no dia 24 de outubro de 2013 na Universidade Anhembi Morumbi – Campus Vila Olímpia - São Paulo - SP, das 10h às 12h. Posteriormente, todo material apresentado continuará sendo lapidado pelas pessoas interessadas e encaminhado a profissionais da área de criação visual.
O espírito que move a sequência da presente jornada é continuar a buscar um símbolo ou símbolos, discutir qual o significado e qual a sua relação com a Naturologia, permitindo assim desenvolver a nossa identidade e o sentido de ser naturólogo. Símbolos cujos desenhos e significados nos ajudem a lembrar de quem somos, de onde viemos e para onde vamos.

Para que nossos esforços nos levem na direção desejada, estabelecemos algumas regras para a participação no evento, dentre as quais destacamos a seguinte: cada pessoa (ou grupo de pessoas) interessada em apresentar um símbolo ou elementos essenciais nesta segunda jornada deverá fazê-lo através da elaboração de um “Estudo sobre o Símbolo” e/ou “Estudo de Elementos essenciais”. A forma de elaborar tais trabalhos estão explicadas no regulamento anexo à essa carta.

Atenciosamente, agradecemos a todos que puderem contribuir, pois é desse trabalho que em um futuro breve estaremos conhecendo e consolidando o tão sonhado Símbolo da Naturologia.

Comissão Organizadora do VI Congresso Brasileiro de Naturologia.


REGULAMENTO DA II JORNADA DE ESTUDOS SOBRE O SIMBOLISMO DA NATUROLOGIA

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

1. A “II Jornada de Estudos sobre o Simbolismo da Naturologia” inicia-se com a publicação deste regulamento e estende-se até o evento de celebração marcado para o dia 24 de outubro de 2013, das 10h às 12h, na Universidade Anhembi Morumbi – Campus Vila Olímpia - São Paulo – SP.

2. Não é necessário estar inscrito no VI Congresso Brasileiro de Naturologia para participar da presente jornada de estudos ou do seu referido evento de celebração.

3. Para efeitos do presente regulamento, denomina-se NATURÓLOGO todo e qualquer indivíduo com diploma de formação superior em Naturologia, bem como todo e qualquer estudante matriculado em um curso de formação superior em Naturologia.

4. A participação nesta jornada é aberta a todos os estudantes de Naturologia e naturólogos e pode se realizar por qualquer uma ou todas as seguintes vias:

a) inscrição de trabalhos;

b) apreciação e avaliação dos trabalhos inscritos;

c) presença no evento de celebração da jornada, em 24 de outubro de 2013.

DA INSCRIÇÃO DOS TRABALHOS

5. É requisito indispensável para a inscrição que o trabalho tenha por autor um naturólogo ou, em se tratando de trabalho em grupo, que tenha por coautor pelo menos um naturólogo. É, portanto, permitida a inscrição de trabalhos em grupo realizados por não-naturólogos em coautoria com um ou mais naturólogos.

6. Os trabalhos podem ser realizados individualmente ou em grupo. Não há limite para o número de integrantes do grupo.

7. Cada indivíduo ou grupo pode inscrever mais de um trabalho na jornada, mas cada trabalho deve versar sobre um único símbolo.

8. O prazo para inscrição dos trabalhos se inicia em 30 de agosto de 2012 e termina em 30 de setembro de 2013.

09. A inscrição se realiza mediante o envio do trabalho para o seguinte endereço eletrônico: simbolo.naturologia@gmail.com

10. Após o envio do trabalho, o remetente receberá da comissão organizadora um e-mail de confirmação da inscrição. Se essa confirmação não for recebida em até 72 horas, ele deverá entrar em contato com a comissão organizadora para verificar o que ocorreu.
DA FORMA E CONTEÚDO DOS TRABALHOS
Da capa
11. De preferência, o título do trabalho deve ser o próprio nome do símbolo proposto. O título deve ser escrito em letra maiúscula, sem abreviações (fonte Arial, tamanho 15, em negrito e centralizado, sem colocar ponto no final).
12. Abaixo do título, saltando-se duas linhas, indicar a autoria do trabalho: inserir o nome dos autores por ordem alfabética, separados por vírgulas (deve-se escrever o nome completo de cada um, por extenso, sem abreviações); no caso dos naturólogos, após cada nome deve-se indicar entre parênteses a instituição de ensino a que ele está vinculado; para facilitar a comunicação com os organizadores do evento, os grupos devem colocar um asterisco ao lado do nome do naturólogo que ficará responsável pelo trabalho e devem acrescentar o endereço eletrônico do mesmo no final; tudo em fonte Arial, tamanho 13, com texto centralizado e em negrito.
Do “Estudo sobre o Símbolo”
13. Na página seguinte à da capa, terá início o corpo do trabalho propriamente dito, o qual se constituirá de um “Estudo sobre o Símbolo”. Tal estudo incluirá de uma a três páginas escritas, acrescidas de uma ou duas páginas de ilustrações (com no máximo 04 figuras). O “Estudo sobre o Símbolo” não deverá, portanto, ultrapassar um total de 05 páginas (o trabalho inteiro, contando-se também a capa, terá no máximo 06 páginas). Desde que respeitado esse limite, fica a critério do autor a localização das figuras, que poderão vir intercaladas com o texto ou depois dele.
14. Antes de se iniciar o texto do “Estudo sobre o Símbolo”, no alto da página, deverá constar novamente o título do trabalho (tal como na capa do trabalho: em letra maiúscula, fonte Arial, tamanho 15, em negrito e centralizado; porém sem os nomes dos autores, etc). Abaixo do título, saltando-se uma linha, terá início o texto do “Estudo sobre o Símbolo” (esse texto deve ser redigido em fonte Arial, tamanho 11, justificado, espaço entre linhas 1,5; margem esquerda, direita, superior e inferior de 2,5cm).
15. No tocante ao conteúdo, o texto do “Estudo sobre o Símbolo” deverá obrigatoriamente incluir os seguintes itens, sob pena de ser recusada a inscrição do trabalho:

a) o nome do símbolo (se a imagem for nova e ainda não possuir um nome, o autor poderá lhe atribuir o nome que desejar);

b) a origem do símbolo (aqui o autor deve dizer onde foi que ele viu a imagem estudada no seu trabalho ou algo semelhante a ela; no caso da imagem ser composta de vários elementos, ele deve dizer onde foi que ele viu esses elementos que a compõem ou algo semelhante a eles; neste item ele dirá, portanto, de onde ele tirou a sua ideia; dirá, por exemplo, se tirou a ideia de algum mito, lenda, obra de arte, obra literária, fato histórico, experiência pessoal, tradição religiosa, experimento científico, observação da natureza, etc.);

c) os principais significados atribuídos ao símbolo, bem como a explicação do porquê de cada um deles e – o mais importante – a explicação do que é que eles têm a ver com a essência da Naturologia;

d) outros motivos que, no entender do autor, pareçam importantes de se considerar quando da apreciação do símbolo proposto.

16. Quanto às figuras que ilustrarão o “Estudo sobre o Símbolo”, os participantes devem apresentá-las em arquivos de formato JPG (de preferência com boa resolução). Tais figuras podem ser buscadas onde lhes parecer mais conveniente ou acessível. Aqueles que possuem dotes artísticos poderão juntar ao texto reproduções de ilustrações de sua própria autoria. Aqueles que não estiverem dispostos a isso, poderão juntar ao texto figuras da autoria de terceiros, como, por exemplo, reproduções de figuras encontradas em dicionários de símbolos, livros de mitologia, enciclopédias, etc.

17. Cada trabalho deve apresentar no mínimo uma figura ilustrativa do símbolo proposto. No entanto, quem quiser pode apresentar até 04 (quatro) figuras, desde que todas elas de algum modo se refiram ao mesmo símbolo (a intenção aqui é dar ao autor a oportunidade de mostrar variações sobre o mesmo tema, referências pesquisadas, detalhes da figura, etc.); no caso de haver mais de uma figura no trabalho, é fundamental que o autor indique qual delas é a principal, ou seja, qual é a que deverá servir de referência para o público na hora da avaliação.

18. No caso de trabalhos puramente conceituais, estes também devem seguir o modelo proposto, retirando a necessidade da apresentação das imagens.
A ideia para esses trabalhos é que os autores possam contribuir com os elementos essenciais que constituem a Naturologia e que deveriam ser contemplados no símbolo de nossa profissão.
Exemplo: A Naturologia aborda a saúde de modo integral. O Círculo deveria aparecer no símbolo representando a integralidade.
Serão aceitas até 3 páginas de texto, trazendo os elementos que o autor deseja apresentar, fundamentados e justificados.

DA APRECIAÇÃO E AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS

19. Os trabalhos que estiverem de acordo com as regras acima serão encaminhados aos grupos de discussão (sem a capa e a identificação do nome dos autores) e também postados no grupo do Facebook para apreciação e avaliação do público.

20. Somente os naturólogos (estudantes ou graduados) terão o direito de avaliar os trabalhos da jornada. Não-naturólogos não terão esse direito, ainda que sejam co-autores de trabalhos mostrados ali. A intenção dessa regra é garantir que a tal avaliação expresse apenas as preferências dos naturólogos, e não de outras pessoas ainda que amigas.

21. Os organizadores, na medida de suas possibilidades, cuidarão para que somente os naturólogos tenham acesso ao conteúdo do material enviado para a jornada, porém, não se responsabilizam por eventuais prejuízos decorrentes de falhas de segurança e exposição dos trabalhos na internet.

22. Tão logo esteja encerrado o período de avaliação dos trabalhos, a comissão organizadora do evento enviará e-mails aos responsáveis pelos trabalhos melhor avaliados com as recomendações necessárias para o dia do evento de celebração. Vale lembrar que cada participante deverá arcar com suas próprias despesas de viagem, estadia, eventual banner, etc.


DOS RESULTADOS DA JORNADA E DO EVENTO DE CELEBRAÇÃO

23. No dia 24 de outubro de 2013, os resultados da avaliação dos trabalhos serão divulgados ao público presente no evento de celebração desta jornada .

Contamos com a presença de todos no local.

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE NATUROLOGIA
INSCRIÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

A APANAT, em parceria com a ABRANA, Universidade Anhembi Morumbi, com apoio da Universidade do Sul de Santa Catarina e através da Comissão Organizadora do VI Congresso Brasileiro de Naturologia, abre as inscrições para apresentação de trabalhos científicos nas modalidades de apresentação oral e painel (banner).

NORMAS
Cada inscrição dará direito à participação no congresso e ao envio de resumos, desde que o inscrito seja autor dos trabalhos. Não há restrições quanto ao número de trabalhos nos quais cada indivíduo poderá constar como autor ou co-autor. Cada resumo poderá ter até cinco autores.
Os resumos deverão ser submetidos exclusivamente pelo e-mail: conbranatu@gmail.com. Resumos enviados por fax, outros e-mails ou outra maneira de transmissão de documentos não serão aceitos e não serão processados pelo comitê científico. No ato de submissão do resumo, favor indicar a forma de apresentação da atividade: oral e também painel; somente na forma de painel; ou a critério da comissão avaliadora.
Os resumos serão encaminhados, sem identificação, aos avaliadores da Comissão Científica e o resultado da avaliação (aceito ou não recomendado) será enviado por email ao responsável pelo trabalho.
Para submeter o trabalho para avaliação não é necessário pagar a inscrição. No entanto, se o trabalho for pré-selecionado, só será aceito, mediante o pagamento da inscrição do apresentador.
No caso de um ou de todos os resumos não virem a ser aprovados, não haverá ressarcimento do valor da inscrição ou substituição de inscrições.
Os autores selecionados para a apresentação oral serão notificados pela Comissão Científica por e-mail. A Comissão Organizadora não se responsabilizará pelas despesas de hospedagem e locomoção.
O conteúdo do resumo e da apresentação é unicamente de responsabilidade dos autores.
Será emitido apenas 01 (um) certificado por trabalho apresentado.
Os Resumos devem ser divididos em: Introdução, Objetivos, Métodos, Resultados, Discussão, e Conclusão. Palavras-chave (3 a 6).

REGRAS PARA O ENVIO DOS RESUMOS
Os trabalhos poderão ser enviados até o dia 30 de setembro de 2013.
Cabeçalho:
O título do trabalho deve ser escrito em letra maiúscula, sem abreviações (fonte Arial, tamanho 15, em negrito e centralizado, não colocar ponto no final).
Logo após o título, indicar a autoria: inserir o nome dos autores por ordem alfabética, separados por vírgulas, (escrever o nome completo, por extenso, sem abreviações; após cada nome indicar a instituição a que está vinculado; colocar um asterisco para indicar o autor principal; acrescentar o endereço eletrônico do autor principal no final (fonte Arial, tamanho 13; texto centralizado e em negrito)
Resumo:
O resumo deve ser redigido em fonte Arial, em português, inglês ou espanhol, tamanho 11, com texto justificado, espaço entre linhas 1,5. Margem esquerda, direita e inferior de 3,0cm e superior de 2,0cm. Nomes de gêneros e espécie devem ser grafados em itálico. Só poderão ser usadas abreviaturas cientificamente reconhecidas. O texto deve estar subdividido em introdução, objetivo, métodos, resultados, discussão e conclusão. Utilizar frases curtas e objetivas; o resumo deve conter, no máximo, 300 palavras, dispostas em um único parágrafo. No resumo não haverá possibilidade de incluir desenhos, gráficos ou figuras. Dados quantitativos devem ser expressos como média e variação, incluindo o n da amostra e a estatística utilizada.
Palavras- chave: (mínimo de 3 palavras-chave e no máximo 6).

OS RESUMOS DEVEM SER SUBMETIDOS DENTRO DE UM DOS SEGUINTES TEMAS
1 – Pesquisas pré-clínicas envolvendo as Práticas Integrativas e Complementares (PIC).
2 – Práticas Integrativas e Complementares baseadas em evidências: pesquisas clínicas (Fase I, II e III), estudos observacionais, revisões sistemáticas e meta-análise.
3 – Saúde Pública e Coletiva / Interface da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) com as demais políticas:
- Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos;
- Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas;
- Política Nacional de Promoção da Saúde;
- Política Nacional de Humanização;
- Política Nacional de Atenção Básica.
4 – A inserção do profissional naturólogo no mercado de trabalho.
5 – Medicinas Tradicionais: Chinesa, Ayurvédica, Xamânica, Tibetana.
6 – A formação acadêmica do profissional naturólogo.
7 – Educação em saúde com as PIC.
8 – Farmacologia de Fitoterápicos e produtos naturais.
9 – Ciências humanas e sociais aplicadas ao campo das Práticas Integrativas e Complementares.
10 – Naturologia e educação ambiental: trabalhos envolvendo alimentação, alimentos orgânicos, agroecologia, geobiologia e outras pesquisas referentes a saúde e educação ambiental.
11 – Casos clínicos.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
Serão observados os seguintes critérios de avaliação:
A) Originalidade do trabalho;
B) Atualidade do tema;
C) Clareza do texto do resumo;
D) Relevância do conteúdo para a Naturologia;
E) Conteúdo do trabalho;
F) Metodologia empregada.

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ORAL:
Serão selecionados pela Comissão Científica os melhores trabalhos das áreas temáticas para apresentação oral.
O apresentador terá 15 minutos para expor o trabalho. A Comissão Científica disponibilizará equipamento audiovisual para apresentação.

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO EM PAINEL:
Os painéis devem ser confeccionados no tamanho 90 cm de largura por 120 cm de altura.
O título deve ser o mesmo do resumo, o tamanho da letra deve permitir a sua leitura a 3 metros de distância (sugere-se fonte Arial tamanho 40 ou maior). Abaixo do título, colocar o nome dos autores do trabalho, instituição, cidade e estado; o nome do apresentador e o seu email devem estar destacados (sugere-se Arial tamanho 36).
No corpo do trabalho, utilizar fonte Arial tamanho 30. Deve-se evitar o uso excessivo de texto, priorizando ilustrações (figuras, diagramas e tabelas).
Recomenda-se preparar uma versão reduzida e levar cópias do painel para distribuição aos interessados.

RESULTADOS
Os trabalhos aprovados para as apresentações, orais ou em banner, de trabalhos científicos, bem como os relatos por naturólogos de experiências no SUS serão divulgados no site do VI CONBRANATU no dia 10 de outubro de 2013.
Atenciosamente,
Comissão Científica do VI Conbranatu.

 
 

Comentários

Diogo Virgilio Teixeira em 03/09/2013 às 12:54

Como faço para inscrever um trabalho cientifico para o congresso? abs!

Envie seu comentário


 

2009 Apanat - Todos os direitos reservados

Desenvolvido pela S3Web